Funk Inc. - Funk Inc.

O Funk é um veneno. O ritmo quando bem articulado é uma ferramenta poderosíssima e não importa o molde, com vocal ou só instrumental, vai fazer a sua cabeça. Parece meio duvidoso garantir que o swing será sua estrada para a perdição, mas tudo na vida é questão de experiência e perspectiva.

Só quem já ouviu os takes mais ácidos, improvisados e funkeados, sabe do poder dessa fórmula. Consegue compreender e diferenciar a sensação festeira que um combo que manja de quebra de ritmos, consegue proporcionar para os ouvidos fãs de uma jam rebolativa.


E se o cidadão for um daquelas fritadores declarados então, aí o Funk vira um universo particular. As obscuridades viram obcessão e quando você percebe, sua discografia já virou um celeiro dos melhores e mais bem coletados quitutes com base no slap.

Line Up:
Gene Baker (saxofone)
Cecil Hunt (percussão)
Jimmy Munford (bateria/vocal)
Bobby Watley (órgão)
Steve Weakley (guitarra)



 Track List:
''Kool Is Back''
''Bowlegs''
''Sister Janie''
''The Thrill Is Gone''
''The Whipper''


São tantos sons que dava pra registrar firma no cartório e abrir uma indústria só com o mais fino do groove. Só que antes que o senhor saia de casa para começar essa odisséia, fique sabendo que essa ação seria passível de processo, pois acreditem ou não, já existe uma indústria do Funk.

Hoje os headquarters da instituição encontram-se desativados, mas a Funk Inc. foi uma grande corporação, foram 5 discos de estúdios entre 1971 e 1974 e uma tentativa de retorno em 1995 com um sexto CD que foi o derradeiro. Os vice presidentes do quinteto tinham uma boa química no business, mas faltou sorte para fazer a empreitada decolar, foi uma pena.


Trocadilhos à parte, a Funk Inc. é um dos melhores sons que o senhor poderia apreciar dentro dessa estética negra. O quinteto americano oriundo de Indiana, destilava apenas o fino do swing e a discografia da banda é uma aula de bom gosto.

Eles não perdem em nada pra nenhum Funk clássico que o senhor conheça, o grande X da questão aqui foi a falta de sorte do quinteto. Por que mesmo com um contrato com a Prestige Records nos anos 70, as vendas não embaralaram igual as jams que ouvimos nessa estréia lançada em 1971, por isso, cada um dos envolvidos foi para um lado e o fim chegou em 1976.  


Optei por esse disco para falar dos caras, pois é um LP único dentro da curta, porém excelente discografia da banda. Aqui temos o puro néctar do Funk e o mesmo se apresenta em sua forma mais avassaladora: são pouco mais de 35 minutos de piração instrumental.

Cinco takes, longas improvisações e a piração fica à cargo de sua colorida imaginação. A cozinha estava tinindo e o grande segredo é o saxofone de Gene Baker. Em todas as faixas é ele que deixa o som espiralado, preenchendo os caminhos como um baixo e abrilhantando o requinte metálico do Funk de belíssimos temas, como a quente ''Kool Is Back'' e a percurssiva ''Sister Janie''.

Mas é claro que um bom Funk precisa de mais aditivos, por isso, temos também um beat malandro nas congas de Cecil Hunt, um órgão cheio de marra com Bobb Watley (o vocalista dos próximos discos) e um entrosamento quase telepático entre a batera de Jimmy Munford (backing vocal num futuro próximo) e a guitarra calhorda de Steve Weakley.

É só apertar play, o resto... Bom, existem coisas que só o Funk de ''Bow Legs'' conseguem fazer por você. O Funk Inc. é a prova que até pra swingar é necessário ter feeling. A versão dos caras para ''The Thrill Is Gone'' é digna de aumentar a umidade em vossos olhos!

0 comentários: