Psicodália 2016: Baurete #2 - Naná Vasconcelos

A mídia brasileira carrega um peso nas costas. Perdão, creio que o problema esteja alojada na cabeça, não nas costas, mas enfim. O ponto problemático está no cérebro, mais especificamente no fragmento corpóreo que abriga as nossas memórias.

Você já percebeu como a mídia esquece dos nossos mestres? Quantas matérias recentes sobre o Hermeto Pascoal você viu? Airto Moreira? Naná Vasconcelos? Sei como é, em vários momentos parece que as revistas ou sites ''especializados'' querem apenas visitas, o fundamento se perdeu e com isso, as areias do tempo tentam apagar nossas memórias.


Só que nem assim os grandes mitos somem. Parece que nesses momento o providência divina resolve reparar anos de injustiça e coloca os mestres em evidência e, caso o senhor duvide, ainda existe esperança: foi bastante gratificante saber que o mestre Naná Vasconcelos está no line up de mais uma edição do Psicodália!


Sim meus amigos, um dos maiores percussionistas de todos os tempos, requisitadíssimo gênio, que entre jams com Itamar Assumpção e Airto Moreira, inda teve tempo de gravar com os maiores mestres do Jazz, como Ron Carter e Pat Metheny, por exemplo, estará no Psicodália.

Todo esse colosso sonoro será ouvido e apreciado num dos festivais que mais apoia o ideal livre da música desse mito. Prepare os ouvidos ouvindo o clássico ''Saudades'' e veja com quantas batidas rompemos a barreira da música mais difícil de ser feita: o silêncio!

0 comentários: