Sonny Rollins e a estirpe do Road Shows Vol. 3

Uma das minhas maiores vontades é sem dúvida alguma resenhar um disco inédito do grande Sonny Rollins. São mais de 65 anos de carreira, ocupação jazzística que aliás é uma das maiores da história do Jazz, tanto em quantidade de material e longevidade do mesmo, como em respectiva qualidade. 

Sonny gravou com todo mundo que foi importante no cenário do Jazz e todo mundo gravou com Sonny, pois todos queriam ter o ''Tenor Madness'' em seus trabalhos. Seu tenor sempre será único, e mesmo que em certos períodos poucas pessoas se referiram a ele com a devida classe, os caras que realmente importam, os músicos, sempre tiraram o chapéu para o nova-iorquino.


E visto que o senhor de 83 anos segue gravando periodicamente, e sempre está dando uma volta com suas Tours, estou até tranquilo em relação a isso. Mas enquanto o trabalho inédito não sai, vou aquecendo meus ouvidos com os discos ao vivos do velhaco, e dessa vez, o selecionado para minhas audições foi o terceiro disco da série ''Road Shows'', lançado no dia 06 de maio de 2014.


Track List:
''Biji''
''Someday I'll Find You''
''Patanjali''
''Solo Sonny''
''Why Was I Born''
''Don't Stop The Carnival''


O Sonny Rollins foi mais um que entrou de cabeça, nessa, que é uma das maiores sacadas para as bandas ou artistas que gravaram seus shows com o passar dos anos: montar uma série e lançar os shows ao vivo com qualidade diferenciada, explorando o enorme acervo que o maestro com certeza tem guardado.

A série ''Road Shows'' é uma linha de trabalhos bem parecida com o que o Grateful Dead fez/faz com as séries Dick's Picks e Dave's Picks, por exemplo, só que com uma diferença. O Dead lança CD'S de uma maneira enlouquecedora, a um preço altíssimo e nos brinda com shows específicos (aliás na própria caixinha da edição é possível descobrir o ano, dia e o local de cada gig), já aqui não.



Esse volume, por exemplo, apresenta 6 tracks registrados entre 2001 e 2012 em algumas cidades do Japão e da França, por um preço mais baixo, sendo que a terceira faixa (''Patanjali'') é inédita! 

Ainda não encontrei nenhum desses volumes aqui no Brasil e também nem quero, por que como tudo é lançado pelo solo do músico (Doxy), é fácil prever que  o custo será bem alto, mas a internet está ai para isso.

Encontrar os três volumes é surpreendentemente fácil e as horas de apreciação sonora serão infinitas, até por que a qualidade de som é excelente. Temos aqui quase 90 minutos do mais fino Jazz, e do jeito que eu e o Sonny adoramos: ao vivo.

0 comentários: