Olha o Prince malhando o Jazz Funk nas Loring Park Sessions 77

Quando o Prince nos deixou, muita especulação começou a pipocar na mídia, algo relativamente comum quando um músico deste quilate, feeling e absoluta criatividade, abandona este plano. Mas entre dezenas de boatos e muito "mimimi", quando o assunto é música mesmo e não as doses de bafafá da revista Contigo, ocorreram 2 grandes acontecimentos positivos para o legado desse que foi, sem dúvida alguma, um dos maiores de sua espécie. 

1) A primeira coisa foi que a sua discografia chegou em peso aos serviços de streaming, mesmo depois que o americano, ainda em vida, afirmou e reafirmou que só entraria nesse jogo filiado ao Tidal, o serviço de streaming do Jay-Z que além dele tinha o Jack White como discípulo também.

2) A segunda coisa foi que logo depois que seus discos entraram no acervo dos serviços streaming (Spotify, Deezer, Apple Music e etc) uma certa Jam Session começou a circular pelos cantos mais obscuros da internet, junto de dezenas de bootlegs e gravações nunca antes lançadas.


É importante pontuar que no meio disso tudo existe muito material "duvidoso". Inclusive em muitos sons é até complicado afirmar se o músico esteve de fato presente, devido, primeiro a qualidade da gravação e segundo a veracidade dos fatos relatados.

Porém, se por um lado apareceu muita tralha, por outro, conseguiram desenterrar uma sessão de estúdio que mostra um Prince ainda bem jovem (com 19 anos) malhando o Jazz Funk numa gravação em trio que é o mais puro veneno. Senhoras e senhores, por favor apertem play nas fritações da Loring Park Sessions 77.

Line Up:
Prince (teclados/guitarra)
André Cymone (baixo)
Bobby Z (bateria)


  

Track List:
''Instrumental #1''
''Instrumental #2''
''Instrumental #3''
"Instrumental #4''
''Instrumental #5''
''Instrumental #6''
''Instrumental #7''
''Instrumental #8''

Sem nome de faixa, nenhum verso cantado e sustentando o mais puro groove, é assim que o Prince e 2 de seus mais célebres colaboradores eternizaram essa grande sessão, que, após o play, será cultuada pelos seus ouvidos.

Gravado um ano antes de "For You", lançado em 1978, essa sessão iria anteceder o primeiro (e competente) esforço criativo do músico que já mostrava, desde muito jovem, possuir um raro tato.


Essas sessões foram gravados na sala de ensaios do primeiro agente do Prince, Owen Husney, no Q.G. de operações da Loring Park, localizado em Minneapolis. O som é um Funk carnudo, bem na linha frita do que estava em voga na mente do Herbie Hancock com um toque meio Madhouse, o projeto de Jazz que o Prince criou no fim dos anos 80.

Coisa fina meu caro, isso definitivamente não poderia ficar ganhando poeira no estúdio!

0 comentários: