Nunca fiz uma Playlist no Spotify #7 - Frank Zappa For President

O maior bigode de todos os tempos. Sem dúvida alguma um dos guitarristas mais importantes para o desenvolvimento, não só de seu instrumento principal, mas da música num contexto geral.

Irreverente, dono de infinitas facetas estéticas e deveras engajado politicamente, Frank Zappa é um ícone da música e sua Gibson, desde que tivesse um cigarro Winston encaixado no headstock, fazia exatamente o que ele queria. 


Suas dezenas de bandas de apoio apresentaram incontáveis músicos brilhantes para o mundo. De Terry Bozzio a Ed Mann, de Steve Vai a Vinnie Colaiuta, passando por Ike Willis e Napoleon Murphy Brock. 

E mesmo quando o cidadão partiu para um campo mais tecnológico para fazer experimentos com um synclavier (sintetizador digital), até ai é perceptível que o oriundo de Baltimore conseguiu o som que queria. 


É exatamente por toda a sua Zappografia e seus incontáveis discos ao vivo, de estúdio, sejam eles simples ou duplos, que hoje, a sétima playlist do Macrocefalia Musical será toda dedicada ao maior sex symbol do The Mothers Of Invention.

Prepare seu bigode, deixe o Winston no esquema e aperte play num set de 30 takes que tenta cumprir uma tarefa dificílima: resumir a carreira de um dos músicos mais prolíficos da história.


Acredito que falhamos miseravelmente, mas por Zappa, nós tentamos, e nele, se ainda fosse possível, votaríamos.

Mr. Z, só Frank, apenas Zappa, ou chamando pelo nome completo, AKA Frank Vincent Zappa, uma coisa é certa: se ele aparecesse na urna com a foto da capa do Joe's Garage, eu não só apertaria o verde, como também confirmava.

Viva a música cerebral.

Para conferir as outras playlists da nossa série semanal, basta clicar nos links abaixo:


1) Groove de alta patente
2) Abraxas
3) Welcome to Jamaica
4) Stevie Ray Vaughan SRV
5) Sexta-feira
6) Correndo pra chegar no trampo

0 comentários: