Flying Lotus: compilação celebra os 10 anos da Brainfeeder

Em 2008 o Flying Lotus criou algo que talvez fosse maior do que sua própria visão musical. Steven Ellison é o nome por trás da alcunha de um dos maiores produtores, DJ's e Rappers de Los Angeles. Com uma carreira no mínimo consolidada e uma percepção musical bastante peculiar, o sobrinho da Alice Coltrane resolveu tangibilizar o seu groove experimental e idealizou o Brainfeeder, um dos selos mais relevantes no cenário internacional nos últimos anos.

Com um vocabulário musical capaz de colocar o Madlib e o Miles Davis no mesmo contexto, o Flying Lotus resolveu abrir um espaço para sons tão revolucionários quanto os dele. Com a inauguração de um selo especializado em música eletrônica e Hip-Hop, talvez nem ele tivesse ideia das proporções que esse projeto tomaria.


Mas 10 anos depois o Brainfeeder não só conta com um cast interessantíssimo (e de mais de 35 artistas), como também é responsável por lançamentos que encabeçara diversas listas de melhores do ano nos últimos tempos.

Vale lembrar que o "Drunk", terceiro disco do Thundercat - liberado em 2017 - saiu via Brainfeeder. Outro discasso que saiu por aqui foi o "The Epic", do Kamasi Washington e pra falar que esse ano não teve nada, o selo americano ainda soltou o novo disco da Georgia Anne Muldrow, o interessante "Overload", liberado em outubro de 2018.

O groove segue rolando e compreende uma vasta gama de influências. Ao idealizar esse projeto, o Flying Lotus não só deu espaço pra que uma galera muito louca fizesse e lançasse música, o grande lance foi toda essa cena experimental/Jazzistica/Hip-Hop que ele ajudou não só a formar, mas a consolidar também.


E pra comemorar os 10 anos de muita correria no underground, o Flying Lotus ativou seu modo workaholic e arquitetou uma compilação duplex que cumpre a difícil tarefa de resumir toda a sua contribuição para o groove mundial, desde 2008.


Track List CD1:
"Why Like This" - Teebs
"$easons" - Jeremiah Jae
"Without You" - Lapalux/Kerry Leatham
"Bug Thief" - Iglooghost
"Fallen Arches" - TOKiMONSTA
"Phemy" - Miguel Baptista Benedict
"Group Tea" - Matthew David/Flying Lotus
"Masks" - Martyn
"Ham" - Mr. Oizo
"Order Of The Golden Dawn" - Daedelus
"Flake" - Jameszoo
"Place In My Heart" - Taylor McFerrin/RYAT
"Needs Deodorant" - Mono/Poly
"Them Changes" - Thundercat
"Slim Trak VIP" - DJ Paypal
"Friend Zone - Ross From Friends" - Thundercat/Ross From Friends
"Walk Free - Flying Lotus Remix" - Brandon Coleman/Flying Lotus


Track List CD2:
"King Of The Hill" - Thundercat/BADBADNOTGOOD/Flying Lotus
"Opilio" - Lapalux
"Squaz" - Ross From Friends
"Myrrh Song"
"Eigendynamik" - Dorian Concept
"Thinking" - Louis Cole
"Yellow Gum" - Iglooghost
"The Lavishments Of Light Looking" - WOKE/George Clinton
"Bring  Me Down" - PBDY/Salami Rose/Joe Louis
"Black Salt" - Jeremiah Jae
"Ain't No Coming  Back" - Flying Lotus/Busdriver
"Kazaru" - Miguel Atwood-Ferguson
"Goku" - Taylor Graves
"Delusions" - Little Snake
"Beautiful Undertow - Strange Loop
"Funkzilla" - Mono/Polo/Seven Davis Jr.
"Birthday Beat" - Teebs
"Lisbon" - Moiré
"Otravine" - Locust Toybox


São 36 faixas e mais de 2 horas e 10 minutos de muito som. É um prato cheio pra quem almeja entender um pouco mais sobre as possibilidades da produção musical hoje em dia. A música eletrônica, o Hip-Hop e até mesmo o Jazz são indivisíveis nesse contexto que a Brainfeeder cria e atua.

São dezenas de bandas com influências das mais tortas. É um mapeamento bastante interessante do cenário e esse disco é como se fosse um retrato de tudo que acontece na cena. Tem BADBADNOTGOOD tocando com o Thundercat, participação do George Clinton, beats em camadas com o Teebs e é claro, Flying Lotus em tudo, afinal ele é o chefe.

Essa é pra você indicar pra quem fala que não tem nada de novo groovando por aí. Inocentes.

0 comentários: