Groove: Kamal Williams ao vivo no Adult Swim

Depois que o Kamaal Williams apareceu em 2018 com um dos discos mais chapantes daquele ano debaixo do braço, muita gente está tentando prever o que sairá do seu cremoso sinth nos próximos meses.

Essa é uma missão dificílima, pois Kamaal está rodeado dos melhores Jazzístas da cena. E pensando num cenário tão prolífico e com imensa liberdade criativa, é praticamente impossível saber como que o groove vai pulsar num eventual sucessor para o excelente "The Return", lançado no dia 25 de maio de 2018.



Enquanto ele não grava nada de novo, o britânico segue em tour, mas desde o lançamento do disco até agora, algumas coisas já mudaram. A primeira foi que ele mudou a banda que o segue nas viagens. Adicionou um saxofone na configuração instrumental (Quinn Mason) e já não conta mais com a galera que gravou os takes no estúdio na época do "The Return".

Surgiram ainda outros rumores com relação ao retorno do épico Yussef Kamaal, projeto que o tecladista criou ao lado do brilhante baterista Yussef Dayes em 2016. O duo deixou a crítica em frangalhos quando anunciou sua separação depois de lançar o primoroso "Black Focus", mas parece que eles de fato estão ensaiando uma reconciliação.


Mas enquanto os discos não pipocam nos serviços de streaming, nos resta apenas acompanhar as redes sociais dessa galera e fisgar os vídeos ao vivo. E se tem uma coisa que o Kamaal está fazendo é gastar o groove em diversas apresentações ao vivo durante os últimos meses. Pra divulgar futuras gigs na europa, Japão e outros giros na América do Norte, o meliante de codinome Henry Wu segue divulgando as maravilhas terapêuticas do Wu-Funk.

Uma das mais recentes e mais interessantes empreitadas foi a participação que ele fez no tradicional Adult Swim, durante o mês de maio. O set foi tão cabuloso que ele soltou o vídeo em duas partes em seu canal oficial do Youtube. São pouco mais de 25 minutos de som e o resultado - com a ainda recente nova formação - deixa claro como, independente do estilo ou do músico que o acompanhe, o groove segue em boas mãos.

Parte I:


Parte II:

0 comentários: