Nunca fiz uma playlist no Spotify #17 - Dr. John

Um dos maiores pilares da cultura do R&B de New Orleans, Dr. John foi um dos grandes pilares do groove. Um Lord quando ao piano, o Night Tripper conseguiu promover fusões primorosas entre a psicodelia e o swing do R&B, dentro de uma carreira com mais de 5 décadas de história.

Seja em carreira solo ou ao lado de nomes como Etta James, Johnny Winter e Mike Bloomfield, por exemplo, a música de Ben Rabenneck esteve nos ouvidos de algumas gerações de meliantes. Por isso, nada mais justo do que promover um epifania sob sua disco discografia e desvendar a essência de seu Vodoo.


Foi um desafio, mas o Macrocefalia Musical selecionou 30 takes que resumem um pouco da grande capacidade deste genial pianista, peculiar vocalista, criativo arranjador e também competente guitarrista.

São muitos discos, incontáveis clássicos - seja em estúdio ou ao vivo - e o resultado final é uma obra que resistiu ao maior teste de todos: o tempo. A contribuição e o impacto da música do Dr. John estão pra sempre eternizadas nos bálsamos da cultura popular mundial.

Uma voz que acalma a alma dos desesperados. Muito obrigado pela música, Doc.
   

0 comentários: